Início

Subscribe:

Ads 468x60px

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Reflexão: Carpe Diem

 
  Com certeza vocês já devem ter ouvido por aí a expressão Carpe diem, que em português significa colha o dia , viva intensamente. A verdade é que essa é uma frase de um poema de Horácio...que inclusive eu trouxe p/ vcs... c a versão original e td.... Eu particularmente conheci essa expressão pela primeira vez durante as aulas de literatura e também após assistir ao filme Sociedade dos poetas mortos... Acho que inclusive ela tem a ver com a minha filosofia de vida... viver de maneira intensa, como se cada dia fosse o último. Amar como se fosse pela última vez. Afinal, na minha percepção essa é a única maneira de  viver de verdade... e não apenas passar pela vida... 

Em Latim:
Carpe diem quam minimum credula postero.
Tu ne quaesieris, scire nefas, quem mihi, quem tibi finem di dederint.
Leuconoe, nec Babylonios
temptaris numeros.
Ut melius, quidquid erit, pati.
Seu pluris hiemes seu tribuit Iuppiter ultimam, quae nunc oppositis debilitat pumicibus mare.
Tyrrhenum: sapias, vina liques et spatio brevi spem longam reseces. dum loquimur, fugerit invida.
Aetas: carpe diem quam minimum credula postero.
Tradução:
Colha o dia, confia o mínimo no amanhã.
Não perguntes, saber é proibido, o fim que os deuses darão a mim ou a você,
Leuconoe, com os adivinhos da Babilônia não brinque.
É melhor apenas lidar com o que cruza o seu caminho.
Se muitos invernos Júpiter te dará ou se este é o último, que agora bate nas rochas da praia com as ondas do mar.
Tirreno: seja sábio, beba seu vinho e para o curto prazo reescale suas esperanças.
Mesmo enquanto falamos, o tempo ciumento está fugindo de nós.
Colha o dia, confia o mínimo no amanhã.
Podemos sempre ser melhores. Basta pensarmos melhor.

0 comentários:

Postar um comentário